Município discute melhorias para artesãos de Imperatriz

Lei garante planejamento para incentivar profissionais empreendedores

Assis Ramos sancionou a lei do empreendedorismo e inovação, para propor projetos dos setores econômicos para benefício da cidade

            O secretário de Desenvolvimento Econômico, Eduardo Sousa, esteve reunido com representantes da Casa do Artesão de Imperatriz, para discutir e definir ações em beneficio da categoria. Os profissionais falaram das demandas da classe e fizeram reivindicações e sugestões de melhorias nos espaços de comercialização dos trabalhos.

            De acordo com Eduardo, é de responsabilidade da Prefeitura apoiar medidas  que fortaleçam os setores da  econômica local. “O artesanato em Imperatriz é composto por cerca de 500 membros, gera renda e emprego. O município tem instrumento legal para apoiá-los. Portanto, o momento foi propício para vermos a realidade dos artesãos e o que precisa ser feito em prol deles” – enfatizou.

            O secretário destacou que a Prefeitura busca amparar o micro empreendedor. “Foi para isso que o prefeito Assis Ramos sancionou a lei do empreendedorismo e inovação, com objetivo de propor projetos dos setores econômicos para benefício da cidade. Nesse sentido, podemos nos reunir e planejar para melhorar o crescimento do artesanato em Imperatriz, utilizando para isso, os instrumentos legais da lei geral MEI” – avaliou.

            A presidente da Casa do Artesão, Roseane Gomes, saiu otimista da reunião. “Agora é torcer e aguardar o prazo estabelecido para que as propostas sejam implementadas e cumpridas, beneficiando, assim, toda a classe” – disse. Ao final, ficou acordado que uma nova reunião será realizada nos próximos dias, com maior participação dos artesãos.

Ascom/PMI

2 comments

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *