Treinamento capacita equipe sobre Coleta Seletiva

Iniciativa é da Secretaria do Meio Ambiente e Sellix Ambiental

IMPERATRIZ – A coleta seletiva domiciliar inicia em Imperatriz nesta terça-feira, 11, e para qualificar a equipe da Sellix Ambiental, a Prefeitura de Imperatriz, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, realizou capacitação com os profissionais. A coleta será todas às terças, quintas e sábados, durante o dia, nos bairros Maranhão Novo, Três Poderes, Juçara e Centro, de forma alternada ao recolhimento geral, que ocorre às segundas, quartas e sextas.

Capacitação é baseada na Resolução 275/2001, do Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA, que estabelece o código de cores para os diferentes tipos de resíduos. E, a divulgação com informações sobre dias e horários da coleta seletiva, já iniciou com outdoors e campanhas educativas em diversos meios de comunicação da cidade.

Rosa Arruda, secretária de Meio Ambiente, explica que primeiro a Prefeitura irá trabalhar a Educação Ambiental para depois cobrar das empresas e da população. “Estamos fazendo a diferença. Hoje nossa cidade é a primeira do Maranhão a contar com o serviço de coleta seletiva nas residências. Antes de iniciar, elaboramos a Política Municipal do Meio Ambiente e o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos aprovados recentemente”.

Miriam de Oliveira Silva é motorista da equipe da Coleta Seletiva e enfatiza a importância da ação para conscientizar mentalidade das pessoas. “A população não é informada. Precisamos de esclarecimentos e saber que esse material descartável gera renda e menos prejuízo para o Meio Ambiente”.

Qualificação se baseou na Resolução 275/2001 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Foto: Patrícia Araújo)

O presidente da Associação de Catadores de Material Reciclável de Imperatriz, Ascamari, José Ferreira Lima – seu Zezinho, também participou do encontro e destacou que desde que a Secretaria de Meio Ambiente iniciou o recolhimento de material reciclável das empresas da cidade, a renda dos coletores aumentou. “Antes nossa associação coletava 8 toneladas por mês, agora já estamos com 42 toneladas e meia”.

ASCOM/PMI

One comment

  1. Miriam de Oliveira Silva é motorista da equipe da Coleta Seletiva e enfatiza a importância da ação para conscientizar mentalidade das pessoas. “A população não é informada. Precisamos de esclarecimentos e saber que esse material descartável gera renda e menos prejuízo para o Meio Ambiente”.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *