PARCERIA – Convênio entre Prefeitura, Defensoria do Estado e faculdade privada busca regularizar moradias

A proposta é que alunos dos cursos de engenharia civil e arquitetura e urbanismo façam estágios curriculares obrigatórios em secretarias

IMPERATRIZ – Nesta terça-feira, 09, estiveram reunidos na Defensoria Pública do Estado do Maranhão, representantes da Faculdade Pitágoras; os defensores públicos, Camila Fonseca e André Jacomin; o secretário da Serf, Alcemir Costa; técnicos de regularização fundiária; a secretária adjunta de planejamento urbano, Lenise Ferreira e o secretário de Infrastrutura e Serviços Públicos, Zigomar Filho. Na oportunidade foi firmada parceria entre a Prefeitura e a Faculdade Pitágoras, por intermédio da Defensoria, com o objetivo de proporcionar estágio curricular obrigatório aos acadêmicos dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo.

A ideia é que os estudantes atuem na Serf, Seplu e Sinfra. Pelo menos 6 estagiários serão direcionados para atuar em cada uma das secretarias, pelo período necessário de estágio, a ser definido pela instituição de ensino. Alguns ajustes de questões logísticas serão feitos para o início dos estágios.

Para Alcemir Costa, esse “é um convênio importante tanto para Prefeitura quanto para a Faculdade e a Defensoria Publica, tendo em vista a alta demanda de serviços na Secretaria de Regularização Fundiária, parte dela oriunda da Defensoria. Com esta parceria, conseguiremos dar mais fluidez aos processos, haja vista a estrutura que a faculdade disponibilizará”, destacou.

O secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho garante que “a Sinfra vai oferecer a esses acadêmicos, a oportunidade de realmente realizar na prática o que é discutido na teoria em sala de aula. Porque iremos proporcionar o acompanhamento da prática de drenagem, pavimentação, enfim, de todas as obras de infraestrutura do município de Imperatriz”, destacou.

O convênio entre as instituições será positivo para ambas (Foto: Patrícia Araújo)

A defensora pública, Camila Fonseca, explicou como surgiu a parceria “devido a alta demanda que a instituição recebe de pessoas que procuram ajuda no processo de regularização de imóveis. E para isso, nós precisamos de alguns documentos, dentre eles o memorial descritivo, a planta do imóvel cedidos pela Serf, entre outros departamentos da prefeitura. Tal convênio com a Faculdade Pitágoras, já existe em São Luís, e Imperatriz por ser a segunda maior cidade do estado, pode receber esse apoio, para resolver alguns casos de forma extrajudicial, a partir da aquisição de documentos necessários para ajuizar a ação”, informou Camila.

A coordenadora do curso de Arquitetura e Urbanismo da faculdade, Tereza Marques também esteve presente, e percebe o estágio, como “proveitoso tanto para a cidade, quanto para a prefeitura e para os nossos alunos, que irão ter mais conhecimento prático em relação às disciplinas aplicadas em campo”, ressaltou.

ASCOM/ITZ

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *