Dino tenta iludir população com vitória no primeiro turno

SÃO LUIS – A pesquisa divulgada pelo Instituto Exata nesta terça-feira (24), apontando o governador Flávio Dino (PCdoB) com 60% das intenções de voto, não foi levada a sério por setores da mídia, políticos e principalmente internautas. Qualquer analista com o mínimo de isenção consegue identificar a manipulação do resultado ainda mais que a encomenda do questionário partiu do Palácio dos Leões.

O governador pode até liderar os levantamentos, afinal, está em evidência por conta da exposição do mandato, entretanto, o lamaçal de polêmicas envolvendo sua gestão o colocam com uma rejeição altíssima impedido de levar a eleição no primeiro turno.

Dino prometeu transparência na sua gestão, mas nos últimos quatro anos os maranhenses foram surpreendidos com notícias de corrupção na saúde, além da entrega de cargos a aliados políticos, namoradas e amigas de comunistas. O secretário Carlos Lula é investigado pela Polícia Federal e corre o risco de parar atrás das grandes.

Para piorar, Flávio resolveu encher os cofres do governo com aumento de impostos, tratou de castigar a população com apreensão e leilão de milhares de veículos com IPVA atrasado no estado. Sem esquecer a sua “Venezuelada”: agora no Maranhão os adversários políticos do governador são monitorados pela Polícia Militar.

Somado a todo esse quadro de decepção, está a ex-governadora Roseana Sarney que possuiu um eleitorado cativo no estado, assim como o próprio senador Roberto Rocha.

Portanto, imaginar Flávio Dino a essa altura da competição com mais de 60% dos votos é fantasia criada direto do calabouço das mentes transloucadas do PCdoB.

Por José Linhares Jr

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *