Candidatos à Guarda Municipal participam de investigação social e TAF

Testes e entrega de documentos serão realizados no 50º Batalhão de Infantaria de Selva, 50 BIS,

IMPERATRIZ – Entre os dias 11 e 12 de janeiro será realizado Teste de Aptidão Física (TAF) para os candidatos que participam do concurso público para Guarda Municipal, sob responsabilidade da Prefeitura de Imperatriz. O TAF acontece no 50º Batalhão de Infantaria de Selva, 50 BIS, situado na Avenida Bernardo Sayão (acesso pelo portão principal).

De acordo com a Fundação Sousândrade, organizadora do certame, para a realização do TAF é exigida do candidato a apresentação de atestado médico original, devendo seguir o modelo indicado no Edital e ter sido emitido há no máximo 30 (trinta) dias antes da data de realização da respectiva etapa, confirmando que está em condições físicas de se submeter ao Teste.

“Para o teste o candidato deverá estar vestido com trajes adequados: camiseta, bermuda, calção ou calça de modelo e tecido apropriados para a prática de exercícios físicos e tênis. Os exercícios serão realizados em tentativa única, com exceção do Teste de Agilidade”, detalha José Ribeiro, comandante geral da GMI ao adverter que não haverá segunda chamada para o TAF, nem sua realização fora das datas, horários e locais designados no Edital de Convocação.

“Não será dispensado tratamento privilegiado ou diferenciado a qualquer candidato. Os concorrentes tomarão conhecimento do resultado do teste imediatamente após a sua realização e assinarão a ficha de avaliação individual na presença dos examinadores da prova”, esclarece.

O TAF terá caráter eliminatório, podendo participar desta etapa somente os candidatos não
eliminados na prova objetiva, convocados por edital publicado no Site Oficial do Concurso Público, com data, local e horário. Será eliminado do Concurso Público o candidato que faltar ou for considerado inapto em pelo menos um dos exercícios

Conforme o Edital, teste é composto pelos seguintes exercícios e será realizado em duas partes:

Primeira parte

a) FLEXÃO E EXTENSÃO DE COTOVELOS NA BARRA FIXA (somente para os candidatos do sexo masculino);

b) FLEXÃO E EXTENSÃO DE COTOVELOS COM APOIO DE FRENTE SOBRE O SOLO (somente para os candidatos do sexo feminino);

c) FLEXÃO ABDOMINAL (REMADOR);

d) TESTE DE AGILIDADE – SHUTTLE RUN;

Segunda Parte:

a) CORRIDA DE 12 (doze) MINUTOS.

COMPROVAÇÃO – a entrega de documentos para a Investigação Social também ocorrerá no mesmo período, nos dias 11 e 12 de janeiro de 2019, no 50º 50 BIS, na mesma data e horário de realização da primeira parte do TAF. “Serão verificadas a idoneidade e a conduta ilibada do candidato, utilizando-se de metodologia aplicada à Investigação Social, nos termos do Edital do concurso”.

Formulário de Investigação Social já está disponível no site da Fsadu através do link www.fsadu.org.br/publicacoes. Candidatos devem entregá-lo acompanhado por cópias autenticadas dos seguintes documentos:

a) documento de identificação (RG);

b) cadastro de pessoa física – CPF;

c) título de eleitor e comprovante da última votação ou certidão de quitação eleitoral;

d) certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, para candidatos do sexo masculino;

e) carteira de trabalho e previdência social – CTPS ou documento equivalente que comprove a última ocupação profissional ou a atual, se for o caso;

f) comprovante de residência;

g) certidão negativa de antecedentes criminais emitida pela Justiça Estadual e Federal onde tenha residido o candidato nos últimos 5 (cinco) anos;

h) atestado de antecedentes criminais, expedido pela Secretaria de Segurança Pública do Estado e Policia Federal, onde tenha residido o candidato nos últimos 5 (cinco) anos;

i) folha corrida expedida pelo Tribunal de Justiça do Estado e Tribunal Regional Federal, onde tenha residido o candidato nos últimos 5 (cinco) anos;

j) certidão relativa aos assentamentos funcionais, expedida pelo órgão próprio, no caso de servidor público e, se militar, a certidão deverá atestar no mínimo “bom” comportamento.

Não será atribuída nota ao resultado da Investigação Social, sendo o candidato considerado recomendado ou não recomendado.

ASCOM/ITZ

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *