Avança construção de emissário de esgotamento sanitário do PAC II

Serão 3.500 metros de tubulação que ligarão as Estações Elevatórias de Esgoto do Bacuri à Vila Nova

IMPERATRIZ – Desde que o prefeito Assis Ramos anunciou, no mês passado, a retomada das obras do Programa de Aceleração do Crescimento, PAC-2, que homens e máquina trabalham na construção do sistema de esgotamento sanitário com extensão de 3.500 metros, que ligará as Estações Elevatórias de Esgoto, EEE, do Bacuri a Vila Nova.

Obras de escavação para colocação de tubos (200 milímetros) avançou mais de 300 metros e segue sentido Rua Paraíba, no setor Mercadinho. Serviços iniciaram no cruzamento das ruas Dom Pedro I, com Henrique Dias, no Bacuri.

O engenheiro civil, Carlos Elpídio, da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Sinfra, explica que a tubulação passará ainda pela Rua Tupinambá, atravessará a BR-010 e o Jardim São Luís até chegar a Rua João Palmeiras, na altura da Praça Manoel Cecílio Ribeiro, a “Ferro de Engomar”, na Vila Nova.

“No começo da escavação o terreno estava muito argiloso, mas agora avançou passando da Rua Coriolano Milhomem. Previsão é que nestes próximos três meses – até meados de dezembro – chegue à Vila Nova”, destacou. Ele afirma que durante as obras, tubulações de água e esgoto danificadas estão sendo consertadas pela construtora responsável. Também será feita a recomposição da camada asfáltica.

De acordo com o PAC-2, serão executados 32 km de esgotamento sanitário e de pavimentação asfáltica, totalizando cerca de 80 ruas dos bairros Vila Nova, Parque Santa Lúcia, Vila Fiquene e Parque Airton Senna. Serão construídas ainda três Estações Elevatórias de Esgoto – EEE.

ASCOM/PMI

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *