19ª etapa do Torcida Cidadã contempla alunos da Escolinha de Futebol Atletas de Cristo

Fundado em março de 2016, o projeto social Atletas de Cristo tem como objetivo levar a palavra de Deus por meio do futebol

IMPERATRIZ – A Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Sedel, realizará no próximo sábado, 6, a 19ª etapa do projeto Torcida Cidadã, durante o jogo entre Imperatriz e Sampaio Corrêa, segunda partida válida pela semifinal do Campeonato Maranhense de 2019. Desta vez, foram contemplados pelo projeto, alunos da Escolinha Atletas de Cristo, com sede no Conjunto Vitória.

Os 30 alunos da Escolinha vão entrar em campo com os jogadores de Imperatriz e Sampaio Corrêa, a partir das 20h, na ocasião do jogo entre as duas equipes, pela semifinal do Campeonato Maranhense, jogo de volta. No primeiro jogo realizado na última terça-feira, 2 de abril em São Luis, as duas equipes empataram sem gols. O Imperatriz por ter sido o segundo colocado na fase de classificação dessa competição, tem a vantagem de jogar pelo placar agregado. Um novo empate, o time imperatrizense conquista vaga para a final.

A Escolinha de Futebol Atletas de Cristo, foi fundada em 10 de março de 2016, por um jovem imperatrizense chamado Bryan Linco Franco Veras, de apenas 18 anos, com o objetivo de levar a palavra de Deus por meio do esporte, em especial, o futebol.

Atualmente esse projeto social, atende mais de 60 jovens e crianças com idade entre 8 e 17 anos. “Assim como em todo o projeto social enfrentamos diversas dificuldades, por falta de patrocínio. Diversas vezes pensei em desistir, mas o sorriso de cada criança nos fortalece para seguirmos na luta por um mundo melhor”, destacou Bryan Veras.

O Torcida Cidadã, criado pela Prefeitura de Imperatriz, coordenado pela Sedel, teve em 2017 a primeira edição durante o jogo entre Imperatriz e Sampaio Corrêa, pelo Campeonato Maranhense daquele ano.

Desde sua criação, já foram contempladas 680 crianças e adolescentes de escolas do ensino municipal e de projetos sociais de Imperatriz. A meta do projeto é a inclusão social de crianças e adolescentes de baixa renda da faixa etária de 9 a 15 anos, que estão assistindo os jogos do Cavalo de Aço gratuitamente.

Para isso, o Município conta com o apoio da empresa Refrigerantes River, que fornece os refrigerantes, Secretaria Municipal de Educação, Semed, responsável pelo transporte dos alunos para o estádio e depois de volta para casa, e da Sociedade Imperatriz de Desportos, que oferece local apropriado nas cadeiras cobertas para as crianças assistirem o jogo, como também o lanche, que é servido durante o intervalo da partida.

Eudes Feitosa, secretário da Sedel, disse que esse projeto é muito importante e agradece a todos que são envolvidos nele. “Temos total apoio do prefeito Assis Ramos para ações de inclusão social e, a cada etapa procuramos melhorar nossa performance”, enfatizou.

ASCOM/ITZ

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *